Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cemitério de Guangzhou

por Mäyjo, em 23.02.18

Guangzhou.jpg

Veja esta impressionante foto tirada por drone de um cemitério em Guangzhou, China.

A cidade encontra-se  numa das regiões mais populosas do centro do país, com uma população estimada de 13,5 milhões de habitantes na sua área administrativa.

Foto by @nk7

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:33

POPULAÇÃO DA ÍNDIA VAI ULTRAPASSAR A DA CHINA EM 2022

por Mäyjo, em 30.09.17

populacao_SAPO

A China é, atualmente, o país mais populoso do mundo, mas há outra nação que está no seu encalço e dentro de poucos anos tornar-se-á no país com mais habitantes no planeta: a Índia. De acordo com os dados mais recentes da Organização das Nações Unidas (ONU), a Índia deverá ultrapassar a China em número de habitantes já em 2022.

 

Segundo o “Revision of World Population Prospects”, relatório que compilou os resultados do 24º estudo demográfico realizado pelas Nações Unidas, a Índia e a China são os dois países onde se concentra 37% dos 7,3 milhões de pessoas que habitam actualmente o planeta. Destes 37%, 19% são chineses e 18% são indianos.

Além de contabilizar o número de habitantes do planeta, o relatório prevê ainda o que vai acontecer à população mundial caso continue a evoluir ao ritmo actual. As estimativas da ONU apontam para que, em 2030, existam 8,5 mil milhões de pessoas na Terra. Em 2050 o número aumentará para os 9,7 mil milhões e, na entrada do próximo século, em 2100, as Nações Unidas prevêem que o mundo atinja os 11 mil milhões de habitantes, escreve o Guardian.

Depois da China e da Índia, o terceiro país mais populoso do mundo são os Estados Unidos, com cerca de 321,774 milhões de pessoas. Mas a ONU também antevê que este cenário se altere em 2022, pois a Nigéria – que agora tem a sétima população mais vasta do planeta – deverá ultrapassar os Estados Unidos.

É em África, aliás, que as Nações Unidas esperam que aconteça o grande crescimento populacional dos próximos anos. “A maioria do aumento projectado para a população mundial pode ser atribuído a uma pequena lista de países com elevada taxa de fertilidade, sobretudo em África”, lê-se no relatório. Até 2050, a ONU prevê que metade do aumento populacional se concentre num grupo de nove países – Índia, Nigéria, Paquistão, República Democrática do Congo, Etiópia, Tanzânia, Estados Unidos da América, Indonésia e Uganda.

Deste grupo de nações, a Nigéria, Paquistão e Indonésia deverão juntar-se, em 2050, à Índia, China e Estados Unidos como os países onde habitam mais de 300 milhões de pessoas.

Foto: James Cridland / Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:50

ITÁLIA: REGIÕES COM POUCOS HABITANTES VENDEM CASAS POR €1

por Mäyjo, em 27.09.16

casa_a

Quem quer comprar uma casa por €1?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:57

Aogashima, a ilha mais fantástica do Japão

por Mäyjo, em 02.06.16

Aogashima.jpg

A paradisíaca e surreal Ilha de Aogashima é um imenso vulcão com uma povoação e um outro vulcão menor lá dentro.

 

Não se sabe ao certo, como a ilha começou a ser povoada, mas registos históricos indicam que desde o século XVII já havia gente por lá. A ilha tem 8,75 km² de área e uma população local de 200 pessoas.

 

Não há muito o que se fazer em Aogashima, exceto desfrutar da tranquilidade de um paraíso tropical. No centro da ilha encontra-se uma sauna geotérmica e as pessoas também utilizam o vapor geotérmico para cozinhar.

 

Aogashima é a mais pequena vila do Japão. A partir de 2009, a população da ilha era de apenas 205 pessoas e tem vindo a diminuir. A ilha tem uma escola primária com cerca de 25 alunos. Quando atingem a idade de quinze anos, as crianças vão para uma escola no continente e a maioria não regressa mais à ilha.

 

Fontes: Magnus Mundi, Revista Galileu

Foto: Matador Network

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:17

O envelhecimento da humanidade

por Mäyjo, em 10.04.16

Cfhvig2VIAQSXv6.jpg

 

Pela primeira vez na história da humanidade há mais pessoas idosas (65+ anos) do que jovens (com idade inferior a 5) 



 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:20

A fertilidade nos Estados Unidos e no Japão, ao longo dos tempos

por Mäyjo, em 05.02.16

Evolução da fertilidade nos Estados Unidos e no Japão entre 1947 e 2010

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:25

China volta a querer bebés

por Mäyjo, em 22.01.16

in Metro 30 out 2015.jpeg

 

in Metro 30 out 2015

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:27

ALTERAÇÕES DO CLIMA PODEM REDUZIR NÚMERO DE NASCIMENTO DE MENINOS

por Mäyjo, em 18.12.15

Alterações do clima podem reduzir número de nascimento de meninos

O número de bebés do sexo masculino a nascer, em todo o mundo, é superior ao do sexo feminino, mas um estudo japonês mostra que, com as flutuações mais extremas de temperatura no país desde os anos 70, mais fetos masculinos morrem em relação aos fetos femininos – o que resulta, claro, na diminuição do nascimento de meninos.

Isto significa que o clima pode ajudar a equilibrar esta proporção ou, inclusive, alterá-la completamente em favor das mulheres, de acordo com a CBS News.

Publicado na edição de Setembro da Fertility and Sterility, o estudo comparou registos de nascimentos e abortos espontâneos a temperaturas mensais entre 1968 e 2012, determinando que os fetos masculinos tinham maior probabilidade de morrer durante o tempo extremo.

O fenómeno aconteceu tanto no tempo extremamente quente quanto frio. Depois de um Verão com temperaturas muito altas, em 2010, menos bebés do sexto masculino nasceram nove meses mais tarde. E o mesmo aconteceu depois de um Inverno muito frio, em 2011.

“A concepção de bebés do sexo masculino parece ser mais vulnerável a factores de stress, incluindo mudanças do clima”, explica o estudo. As causas não são claras, mas isto não se limita a humanos. As tartarugas marinhas têm mais probabilidade de produzir filho do sexo feminino em temperaturas mais quentes. E os chimpanzés têm mais filhos machos durante estações chuvosas.

O estudo, liderado por Misao Fukuda, do Instituto de Saúde M&K, em Ako, no Japão, não pode provar a influência da mudança do clima, mas sabe-se que outros factores, como poluição e toxinas, afectam a proporção dos nascimentos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:52

Mapa mundi em proporção com a população de cada país.

por Mäyjo, em 17.11.15

Mapa mundi em proporção com a população de cad

Note como a Rússia ficou pequena e a China e a Índia cresceram.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:04

Mundo terá 9,7 bilhões de habitantes em 2050

por Mäyjo, em 29.10.15

25-ecod.jpg

Avenida 25 de Março, centro comercial de São Paulo. 
Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas

 

Mais de 7 bilhões de pessoas vivem no mundo atualmente e o crescimento populacional continuará pelas próximas décadas. Em 2050, serão 9,7 bilhões de habitantes e no ano de 2100, o planeta deverá ter 11,2 bilhões de pessoas. A projeção é das Nações Unidas, que apresentou nesta quarta-feira, 29 de julho, uma revisão da sua estimativa de crescimento populacional. O aumento pode ser atribuído a uma pequena lista de países com altos índices de fertilidade, especialmente na África.

Até 2050, nove países vão concentrar metade do crescimento populacional: Índia, Nigéria, Paquistão, República Democrática do Congo, Etiópia, Tanzânia, Estados Unidos, Indonésia e Uganda.

China e Índia continuam sendo os únicos países do mundo com mais de 1 bilhão de habitantes cada, mas a população indiana deve ultrapassar a chinesa em 2022.

O subsecretário geral da ONU para Assuntos Econômicos e Sociais, Wu Hongbo, declarou que "entender as mudanças demográficas é essencial para a implementação da nova agenda de desenvolvimento sustentável"
 

Brasil
O Brasil também está entre os 10 maiores países do mundo em termos de população, ao lado de México, Nigéria, Paquistão, Estados Unidos e Rússia. A Nigéria inclusive poderá tornar-se, em 2050, o terceiro maior país do mundo em número de habitantes.

A maior taxa de crescimento populacional nas próximas três décadas estará concentrada na África. Pela projeção da ONU, a população de 28 nações desse continente irá dobrar. E olhando além, até 2100, Angola, Burundi e RD Congo serão um dos 10 países da África com maior aumento populacional.

Fertilidade
O crescimento da população depende muito dos rumos do padrão de fertilidade, porque segundo a ONU, pequenas mudanças de comportamento podem gerar grandes diferenças no total da população em cada região.

Em anos recentes, por exemplo, a taxa de fertilidade caiu em quase todas as regiões do mundo, até mesmo na África, apesar do continente manter o maior índice de fertilidade.

Com a redução da fertilidade, o número de pessoas mais velhas aumenta ao longo do tempo. Até 2050, o total de pessoas acima de 60 anos deverá dobrar. Na América Latina e Caribe, 25% da população terá 60 anos ou mais em 2050.

Jovens
Na África, atualmente apenas 5% da população tem mais de 60 anos, mas o índice subirá para 9% nas próximas três décadas. Por outro lado, o total de crianças menores de 15 anos representa 41% dos habitantes do continente africano.

Outro fator que contribui para o crescimento populacional é a redução das mortes de crianças menores de cinco anos de idade. O índice caiu mais de 30% em 86 países entre os anos de 2000 e 2015, como previsto nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

O subsecretário geral da ONU para Assuntos Econômicos e Sociais, Wu Hongbo, declarou que "entender as mudanças demográficas é essencial para a implementação da nova agenda de desenvolvimento sustentável".

(Por Leda Letra, da Rádio ONU)

in: http://www.ecodesenvolvimento.org/posts/2015/julho/mundo-tera-9-7-bilhoes-de-habitantes-em-2050#ixzz3hJbGxQZR 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:40


Este blog disponibiliza informação com utilidade para quem se interessa por Geografia. Pode também ajudar alunos que por vezes andam por aí desesperados em vésperas de teste, e não só, sem saber o que fazer...

Mais sobre mim

foto do autor


Siga-nos no Facebook

Geografando no Facebook

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2019

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D